18 março 2010

Tenha bons relacionamentos para ser feliz

Depois de um “pin” no mês de Fevereiro. Vamos para o post de Março. Se der escrevo outro ainda esse mês para compensar.
Você poder estar na posição nº 01 das pessoas mais ricas no mundo; pode estar casado com a pessoa mais linda desse mundo; pode ocupar o cargo mais importante do mundo corporativo; pode estar realizado todos seus sonhos de consumo; pode ter o corpo mais atraente, delineado por formas esculturais; pode ser a pessoa mais sexy de todos os tempos; pode ter a casa mais luxuosa e ampla que alguém já sonhou.
Você pode ter tudo isso, um pouco disso ou nada disso, mas se não tiver bons relacionamentos, desculpe, você não conseguirá ser feliz!!!
O ser humano é o ser mais sociável que existe. É da natureza humana nos reunirmos em pequenos ou grandes grupos, trocarmos experiências, ampararmo-nos mutuamente, aprendermos a tolerar e respeitar as diferenças entre uns e outros. Se não tivermos boa interação com o meio em que estamos inseridos, em qualquer setor, não saberemos o que é felicidade.
Ninguém nasceu para viver só, afastado dos outros, longe das experiências transformadoras que nos afastam do egoísmo e mudam nossos valores, conceitos e idéias, fortalecendo a capacidade em ser tolerante e alteritário, estreitando laços de afeto, respeito e amizade, indistintamente. Quanto mais nos isolamos, mais infelizes somos, visto que engrossamos nossa casca de egoísmo
Para refletir um pouco e perceba que tudo em nossa vida é como nos relacionamos com as coisas e as pessoas. A qualidade positiva e elevada desses relacionamentos refletem crucialmente em nossa felicidade.
 Você pode ser o número 01 das pessoas mais ricas do mundo, mas se sentir que está no meio de amigos interesseiros e puxa-saco (por causa do seu dinheiro, poder, fama, status), se viver com medo de perder a posição, de ser passado para trás, de perder o dinheiro, ou mesmo, se somente pensar em dinheiro, dinheiro, dinheiro, além de perder noites de sono e a saúde, estará se afastando de sua felicidade. Por quê? Simplesmente porque viverá num clima de verdadeira angústia, insegurança, ansiedade, insatisfação, incerteza, medos, fantasmas.
Você pode ter se casado com a pessoa mais linda, inteligente, o estereótipo de perfeição. Mas, se juntos não manterem o mínimo de harmonia, entendimento, afeto, romantismo, respeito, seu casamento está fadado ao divórcio, e você a temporária infelicidade. Às vezes perpétua infelicidade, ou porque se separa e fica remoendo mágoa e rancor por toda a vida, presa ao passado, ou então, porque fica vivendo de um casamento arruinado em favor de um porta-retrato ou por causa de baixa autoestima.
Se em todos os casos você estiver fazendo algo pensando somente em você, em seus interesses, desejos, seus ideais, estará sempre na contramão da felicidade.
De nada adianta termos tudo isso e não termos bons relacionamentos. Às vezes as pessoas têm tudo isso, mas não nem amizades verdadeiras, acolhedoras.
Costumo dizer que isso é fruto da sociedade atual, porque antigamente necessitávamos ter pelo menos 04 amigos para segurar na alça do caixão e depositar nosso corpo na cova. Hoje em dia não precisa mais, tem o carrinho que leva o caixão e um funcionário para empurrar e despejar os restos mortais (em um futuro post você irá entender esse meu deboche com a morte).
Todos passamos por problemas, crises, conflitos em nossas vidas, e são nesses momentos que testamos nossos relacionamentos frente a aqueles que nos socorrem, agüentam nossas lamentações, nos puxam a orelha quando necessário, mas estão ali, nos oferecendo afeto, colo, carinho.
Muitas pessoas sentem-se infelizes em seu trabalho. Sabe por quê? Não é porque ganham pouco, muitas ganham “muito bem, obrigado”. Sentem-se infelizes lá porque não tem relacionamentos saudáveis, tem “picuinhas”, brigas diretas ou mudas, narizes tortos.
Imagine duas situações: a primeira, você entrando em seu local de trabalho, recebendo cumprimentos de todos, sorrisos alegres; você sente que todos ficam felizes com a sua presença, que te respeitam, mesmo sabendo que teve conflitos com um ou outro, mas souberam, como adultos, resolver visando o melhor; trata bem seus subordinados que o admiram por isso; se está em subordinação, tem o respeito dos seus superiores por fazer o seu trabalho da melhor forma. A segunda, você chega, de cabeça baixa, pois já teve atritos com a maioria, assim como guarda mágoas de uns, outros guardam de você; não se dá bem com seu chefe – até porque você acha que era você quem merecia estar ali, ou mesmo porque ele pega no seu pé diz que você é folgado, fica matando hora, não entrega as tarefas no prazo.
Quem você acha que é mais feliz? E isso você pode projetar para as outras áreas da sua vida, pois é assim que funciona.
Vivemos em uma sociedade descartável onde estamos descartando nossos relacionamentos. Ninguém tem um bom relacionamento do dia para a noite. É necessário investimento do tempo, respeito, compreensão, perdão, companheirismo, indulgência, alteridade. Mas, como o mundo gira em torno do nosso umbigo e estamos somente preocupados em consumir e acumular, as desculpas são inúmeras. Consumimos nossos relacionamentos e acumulamos infelicidade.
Precisamos aprender a fortalecer nossos relacionamentos. Isso não quer dizer que ele será sempre mil maravilhas, porque não irá ser. Relacionamentos mudam e se transformam, precisamos escolher qual a direção que iremos dar a eles.
Guarde algo muito importante para a sua vida e se prepare todos os dias que isso será recorrente: as pessoas mais importantes, as que mais amamos, são as que mais facilmente venham a nos magoar ou ferir. Esteja preparado para perdoá-las. Pode se sentir mágoa, mas não a alimente e busque reatar a relação, sabendo que ela não será a mesma de antes, e poderá ser até melhor, no sentido de ser mais autêntica e verdadeira.
Para termos bons relacionamentos não devemos tentar modelar as pessoas dentro de um estereótipo ideal que temos em nossa mente. Devemos aceitá-las como elas são, pois somente assim as pessoas nos aceitarão como somos. Se nós raramente mudamos, ou mudamos pouco, porque querer mudar as pessoas? Elas podem temporariamente “fingir” que mudaram, mas é superficial, às vezes ocorre até uma despersonalização. Mudanças levam tempo, muito mais tempo do que temos e dispomos a mudar.
Temos que aceitar os outros sem recriminação e, principalmente, sem discriminação a quem quer que seja. Pouco sabemos por que somos “assim ou assado”, temos esse ou aquele gosto, idéia, desejo, instinto, intuição, tendência. Como saber isso sobre o outro. O interessante da vida é ampliarmos nossos grupos de amizade, convivermos com os que taxamos de diferentes, com culturas e modos diferentes. Interessante é conhecer para compreender e aceitar. Veja bem eu escrevi aceitar, não concordar. Posso não concordar com algo que uma pessoa faz, mas aceito ela e não o que ela faz, caso creia que isso imoral, falte com a ética. O ideal seria estar ao lado dela repassando experiências e dando-lhe a mão. Até porque não saberemos quando seremos nós a necessitar de amparo e orientação.
O que está escasso em nossa sociedade, entre outras coisas, são os sentimentos de compaixão, solidariedade, fraternidade, amizade, que deveriam ser os reais valores a investirmos em nossa felicidade. Nos tornamos infelizes quando dela nos afastamos. E nos afastamos por sermos egoístas, pensarmos somente em nós e esquecemos das outras pessoas que dividem a sociedade conosco.
Todo mundo quer tudo para si, até o amor. Aliás, fazemos tudo para ter amor. Enganamos-nos quando acreditamos que o amor é um sentimento que devemos receber – isso é egoísmo – amor é um sentimento que devemos dar e oferecer. E dar amor acontece na forma de solidariedade, fraternidade, compaixão, altruísmo, empatia.
Há pessoas que apesar de “tudo” que possuem, tem relacionamentos ruins na família, no trabalho, com os amigos. E isso acontece porque antes de tudo ela tem um relacionamento ruim consigo mesma. Isso geralmente acontece porque ela não dá amor aos outros, só quer receber.
Busque manter relacionamentos saudáveis, com respeito, afeto, sinceridade. Esteja pronto para desculpar e perdoar. E acima de tudo!!! Mantenha sempre as pessoas especiais ao seu lado!!!
Pense nisso!!!
Até o próximo post!!!