11 janeiro 2010

Sonhe alto e seja (mais) feliz em 2010

A cada ano que se inicia fazemos planos para alcançar nossas metas e objetivos. Renovamos nossos sonhos, criamos outros, esquecemos os que não conseguimos realizar. Sem sonhos perecemos. Eles funcionam como uma mola propulsora de esperança, vitalizando nossas motivações. É sempre bom tomarmos, e sabermos, alguns cuidados que devemos ter com eles


Não focalize sua vida em somente um sonho! Jamais entregue a sua vida a somente um sonho. Se colocarmos nosso sonho de felicidade em somente um lugar, há uma forte tendência de nos frustrarmos, pois ele pode não dar certo e a infelicidade é certa.  Acredite que todo sonho tem 50% de dar certo e 50% de dar errado. Então, esteja preparado, invista em seu sonho, se prepare, mas não crie expectativas, e se possível, divida esse sonho em etapas, e vá conquistando-o pouco a pouco e se sentindo feliz por isso.


Vejo muitas pessoas buscarem e lutarem por um sonho sua vida inteira e depois que o conquistam sentem-se infelizes (esteira hedonista, lembra?). Por isso, tenha outros sonhos em outras áreas da sua vida, familiar, pessoal, profissional, amorosa.  Cuidado para não ser ambicioso e egoísta, pois não lhe trará felicidade se se engajar e investir em somente um sonho, e a cada conquista querer mais e mais nesse mesmo sonho. Busque um estado de completude no sentido de que quando realizar um em determinada área, tente realizar em outra.


Muitas pessoas acreditam que não se deve buscar dois ou três sonhos ao mesmo tempo. Penso e sei que podemos sim, pois temos potencial e energia para isso, e se der errado, podemos rapidamente recolocar nossa energia no outro.


Sonhe alto! Não sonhe pequeno! Sonhos pequenos não motivam. Temos muita energia para gastar. Somos capazes de quase tudo. E também se lembre de que seu sonho deve envolver outras pessoas. Não adianta sonhar apenas para você e para a sua família. A felicidade é algo mais amplo. Você precisa entender que estamos interconectados uns com os outros. Toda vez que fizer outras pessoas felizes, mais feliz você se sentirá. Lembra-se que a felicidade envolve virtudes? Quando agimos assim desenvolvemos virtudes como generosidade, solidariedade, altruísmo, fraternidade. E não custa repetir que a cada dia aumentam as pesquisas científicas demonstrando que atitudes assim nos tornam ainda mais felizes.


Coloque o seu sonho dentro da sua realidade. As pessoas se frustram porque não encaixam seus sonhos dentro da sua realidade. O sonho profissional dele é ser engenheiro, mas ele odeia cálculos, só bombava em matemática no colégio, vivia em DP. Quero ser psicólogo, mas não tenho paciência com os outros, não sei escutar, não gosto de ler estudar. E por aí vai.


Primeiramente tenho que saber quais meus talentos, qualidades, capacidades. No que sou bom? No que sou mais ou menos? No que sou péssimo. A partir disso, planejar nossas estratégias, potencializando ainda mais aquilo que dominamos; investindo naquilo que somos mais ou menos; aceitando aquilo que ainda não domino, mas jamais deixando de lado, e sim, capacitando-se a cada dia para que vir mais ou menos.


Não coloque sonhos que levem muito tempo para se realizar, faça por etapas. Se quiser ser presidente de uma empresa, lembre-se que dificilmente alguém te dará esse posto de imediato. Tenha sonhos mais realistas e próximos. Sonhe em ser um coordenador, depois um subgerente, gerente, e assim sucessivamente. A cada etapa vamos renovando nossas energias para alcançar nossos sonhos.


Invista nas pessoas que estão próximas de você. Esse item para mim é um dos mais importantes! Ninguém consegue realizar sonhos sozinhos. Precisamos uns dos outros. Para você alcançar seus sonhos ninguém precisa perder, você não precisa torcer contra ninguém ou passar a perna neles. Para realizar seus sonhos você precisa fortalecer o seu meio de pessoas tão competentes quanto você, senão irá fracassar e não chegará a lugar nenhum. Pode até chegar a alcançar seus sonhos, mas não se sentirá feliz, e o motivo principal é que estará sozinho!


Quanto mais capacitamos as pessoas ao nosso lado, mais nós nos capacitamos. Quanto mais investimos nos outros, mais investimos em nós mesmos. Quanto temos pessoas tão boas quanto nós ao nosso lado, mais entusiasmo e energia temos para melhorar.




Busque realizar os seus sonhos, não o dos outros. Esse também é algo que devemos ter grande atenção. O sonho que estamos buscando realizar são verdadeiramente nossos? Reflita profundamente sobre isso! É comum buscarmos realizar os sonhos dos nossos pais. “Meu sonho é ver meu filho se formar em Medicina!” (ou qualquer outra profissão); “Meu sonho é que meu filho siga a mesma carreira que tenho, assim como segui a do meu pai!”; “Meu sonho é ter netos!”. “Meu sonho é que minha filha seja modelo.”; “Meu sonho é que minha filha se case com um homem bonito, estabilizado financeiramente, capaz de lhe dar um grande futuro.”


Muitos pais abandonam seus sonhos e passam a dedicar a sua vida para que seus filhos realizem os seus. Isso é ótimo, mas na maioria das vezes eles estão buscando realizar os seus sonhos em seus filhos, e isso é péssimo! Há uma cobrança além do normal, muita pressão, ansiedade, e quando vamos observar vemos pais frustrados por não conseguirem realizar seus sonhos no passado e hoje projetam em seus filhos, que seguem o mesmo caminho.


Seus sonhos devem se enquadrar na sua realidade, no que te dá prazer, naquilo que você tem mais amor em fazer, senão corre o sério risco de viver uma vida de insatisfação.


Ah.... Se lembre que alcançar sonhos, normalmente requer trabalho, suor, dedicação, autoconhecimento, empenho, sacrifício, investimentos pessoais, emocionais.... e no final, vale a pena, vale muito a pena!



Pense nisso!!!


Feliz 2010 e até o próximo post!